Entenda a diferença entre a Carne Angus e a Carne Nelore

setembro 10, 2019 · By agenciamuse Leave Comment

CONHEÇA AS RAÇAS ANGUS E NELORE

Que brasileiro é louco por carne não é novidade. Uma vez por dia, pelo menos, o produto chega às mesas do país em diversos cortes e preparações.

E o Tennessee Steakhouse, como especialista em bons momentos, oferece aos seus clientes o melhor que existe nesse ramo, somos um restaurante que utiliza carne 100% angus.

Mas você sabe quais são os atributos desta carne e as diferenças entre ela e a Nelore?

NELORE

Cerca de 70% do rebanho de corte brasileiro é composto por raças zebuínas (de origem indiana) como o Guzerá, o Brahmen e principalmente o Nelore, que responde pela maior parte das cabeças de gado zebuíno no país.

​A Nelore adaptou-se perfeitamente às condições brasileiras de clima e pasto. É uma raça esbelta e possui giba (cupim) e barbela, que é aquela espécie de papada que vai até o peito.

Devido à sua origem tropical, a maior parte da sua gordura se concentra imediatamente sob o couro, protegendo a carne da radiação solar e do calor excessivo.

​Resiste a pastos pobres e é flexível aos manejos em pasto e confinamento.

ANGUS

Os demais 30% do rebanho de corte nacional sã0 compostos por ​raças da espécie taurina, como a Charollais (de origem francesa), Simmental (originária da Suíça) e a raça Angus (de origem escocesa) que é a raça que mais tem crescido no Brasil em suas variações Aberdeen (preto) e Red (vermelho) e já representam o segundo maior rebanho de corte no país.

O Angus é um boi mais roliço, que acumula maior quantidade de gordura intramuscular, aquela que resulta em marmoreio.

Tal característica confere à carne de Angus, maior maciez, suculência e um sabor de qualidade superior às carnes de origem zebuína.

Também é importante ressaltar que a busca por animais que carreguem na sua genética características de interesse comercial ligadas à precocidade sexual, acabamento de carcaça, maciez e marmoreio da carne bovina, cada vez mais são atributos indispensáveis para a indústria de processamento da carne, que por sua vez precisa adequar-se a cobrança crescente do mercado por qualidade para atender satisfatoriamente as expectativas do consumidor.

Neste cenário, o cruzamento industrial surge mais uma vez no horizonte como opção ao pecuarista que quer produzir com profissionalismo e volume que atenda a demanda por proteína animal crescente em todo o mundo. Quer saber as vantagens de fazer isso entre essas raças? Separamos 5 para você!

  1. PRECOCIDADE

Crescimento rápido e reprodução precoce.

  1. QUALIDADE DA CARNE

O marmoreio  da carne do Angus é muito apreciado nas boutiques de carne.

  1. ANIMAL DÓCIL

O manejo com animal é fácil devido ao temperamento da raça.

  1. TEMPO DE ACABAMENTO REDUZIDO

A redução pode chegar em torno de 4 meses comparando com outras raças.

  1. BONIFICAÇÃO PELA CARNE

Os frigoríficos pagam bonificação pela carne Angus.

Venha para o @tennessee_steakhouse e experimente o melhor da carne angus, temos rodízio de sábado e domingo a partir de R$ 79,90 por pessoa no almoço.

Horário de funcionamento:
Segunda a sexta 18h à 0h à la carte + hambúrgueres e porções
Sábado e Domingo: 12h às 15h almoço & rodízio | 18h30 à 0h à la carte + hambúrgueres e porções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×